Entenda o que muda e o que não muda em relação à higienização com alinhadores estéticos e aparelhos metálicos

Certamente, uma das maiores vantagens dos alinhadores é a facilidade na hora da limpeza. Com os aparelhos metálicos, essa é uma tarefa e tanto. Além de demorada, a limpeza exige um maior cuidado, para não danificar os componentes do aparelho. Nada prático, concorda? Essa facilidade fez com que os alinhadores fossem cada vez mais procurados e utilizados pelos pacientes. Afinal, não há nada melhor do que praticidade em nossa rotina diária.

Como funciona a higienização em quem usa aparelhos metálicos?

A dificuldade de higienização bucal é uma das maiores reclamações de quem usa aparelho metálico. Os bráquetes, fios e borrachinhas não podem ser removidos, o que dificulta, e muito, a limpeza. Existem até escovas de dente feitas exclusivamente para isso. As escovas ortodônticas possuem cerdas com um corte interno em “V” que permite uma maior limpeza, removendo a placa dental bacteriana e os resíduos entre os dentes e ao redor dos aparelhos ortodônticos.

Outra grande aliada dos pacientes é a escova interdental. Ela possui cerdas bem pequenas, em formato cilíndrico ou cônico, ideais para a limpeza entre os dentes. Viu uma sujeirinha ao lado seu bráquete? A escova interdental tira!

Entretanto, apesar da existência dessas escovas específicas para os usuários de aparelho metálico, muitos especialistas alertam para o fato de que, mesmo tomando todos os cuidados, a higienização não garante 100% de eficiência. Isso ocorre devido ao acúmulo de resíduos alimentares em cantinhos que as escovas não conseguem alcançar, podendo resultar em cáries, tártaro, mau hálito e outros problemas bucais.

Foi o que aconteceu com o Rafael. “Eu tinha bastante dificuldade na limpeza do meu aparelho. Por mais que achasse que a higienização estava correta, sempre sobrava algum resíduo alimentar. No fim das contas, tirei meu aparelho com um saldo de três cáries e dentes manchados”, contou o estudante.

E a higienização com alinhadores?

Não muda quase nada! Os alinhadores devem ser retirados sempre que o paciente for se alimentar. Após as refeições, deve ser feita a escovação completa dos dentes e o uso do fio dental. É importante se certificar de que não sobrou nenhum resíduo nos dentes antes de recolocá-los.

Além disso, a remoção dos alinhadores estéticos deve ser feita com cuidado e eles devem ser guardados em um local apropriado a fim de evitar contaminações. Para higienizá-los, basta utilizar água morna e escová-los com a sua escova de dente. Caso prefira, também existem produtos específicos para uma limpeza mais profunda.

Depois desse texto, não há dúvidas de que os alinhadores são muito mais práticos e trazem diversas vantagens para a sua saúde bucal. Ficou interessado em colocar alinhadores estéticos? O aligncenter te ajuda!