Confira as características que melhor atendem cada fase da vida  

Os cuidados com a higiene bucal começam, praticamente, desde o início de nossa vida. É fundamental manter uma rotina de limpeza desde cedo. Afinal, só ela garante que os dentes se desenvolvam de maneira saudável, reduzindo as chances de aparecimento de cáries, gengivite e outras doenças mais sérias. Mas o que muita gente não sabe é que existe uma escova de dentes certa para cada fase de nossa vida, baseada no tamanho e no formato dos dentes e maxilares.  

Abaixo, trouxemos detalhes sobre as escovas mais indicadas para cada etapa. 

Escova-mordedor: 3 meses a 1 ano  

A primeira escova de dentes deve ser introduzida a partir do momento em que o bebê adquire coordenação motora para segurar objetos. Geralmente, isso acontece no período de 3 meses a 1 ano de idade.  

Essa “escova” é semelhante a um mordedor, funcionando também como um estimulador neurossensorial que auxilia os pequenos em várias funções. Desse modo, além de estimular o tato, a visão e a audição dos bebês, o mordedor influencia no nascimento dos primeiros dentes e ainda tranquiliza os pequenos.  

Escova infantil: do nascimento dos primeiros dentes aos 6 anos  

A escova de dentes infantil, por sua vez, é utilizada após o nascimento dos primeiros dentes de leite até a troca pela dentição permanente. Os dentistas recomendam que essas escovas tenham cabeça pequena e arredondada, cerdas ultramacias e um cabo com textura macia e anatômico. As escovas com estampas de personagens são uma ótima escolha para tornar o momento de escovação mais divertido e prazeroso.  

Escova juvenil: dos 7 aos 14 anos  

As escovas de dente para essa fase são recomendadas após o nascimento dos dentes permanentes. Elas devem ter cabeça pequena em formato oval, protegendo assim as gengivas e as bochechas durante a escovação. Além disso, as cerdas podem ser de rigidez média, para uma higiene mais eficiente, tendo em vista que, nesta idade, os jovens não têm tanta paciência para caprichar na escovação.  

Escova para adultos: a partir dos 15 anos  

Existem diversos modelos, formatos e tamanhos quando o assunto é escovas de dentes para adultos. No entanto, a recomendação é que o paciente dê preferência às escovas com cabeças pequenas e cerdas macias, fundamentais para não machucar a gengiva. Escovas com cerdas mais duras podem ferir a região, podendo causar retração gengival e desgaste do esmalte dentário.  

São diversos os tipos de escovas de dente existentes e cada uma com características que melhor atendem cada fase da vida. Assim, com a escova adequada, além de garantir uma higiene eficiente, você mantém todos os cuidados com a sua saúde bucal.